Em depoimento, Valério liga Lula a mensalão, diz jornal

Atualizado em  11 de dezembro, 2012 - 11:16 (Brasília) 13:16 GMT

O empresário Marcos Valério disse, em um depoimento à Procuradoria-Geral da República, que o esquema conhecido como "mensalão" ajudou a bancar "despesas pessoais" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo informações publicadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com o jornal, Valério também disse que o ex-presidente deu seu aval em uma reunião para os empréstimos bancários que serviram para comprar apoio político de deputados da base aliada e que articulou para obter recursos da Portugal Telecom para o PT.

De acordo com O Estado de S. Paulo, o depoimento de Valério, de mais de 3 horas, foi feito no dia 24 de setembro, mas só agora o jornal teve acesso a 13 páginas nas quais o empresário liga Lula ao esquema.

O jornal diz que o depoimento foi assinado pelo advogado de Valério, Marcelo Leonardo, a subprocuradora da República, Cláudia Sampaio, e a procuradora da República, Raquel Branquinho. Ele teria sido enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) mas ministros desse tribunal teriam dito que seu conteúdo não muda o resultado do julgamento do mensalão, que está em sua fase final.

O Supremo condenou 25 dos 37 réus do caso mensalão. Valério teria procurado voluntariamente a Procuradoria-Geral da República após ter sido condenado por formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Uma de suas motivações seria a possibilidade de obter uma redução da pena.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.