TPI condena ex-chefe de inteligência sérvio-bósnio à prisão perpétua

Atualizado em  12 de dezembro, 2012 - 18:22 (Brasília) 20:22 GMT

O Tribunal Penal Internacional em Haia, na Holanda, condenou nesta quarta-feira à prisão perpétua o ex-chefe de inteligência sérvio-bósnio Zdravko Tolimir.

Tolimir foi condenado por seu papel no massacre de Srebrenica, em 1995.

Os juízes consideraram Tolimir culpado pelo assassinato de mais de 7 mil homens e meninos muçulmanos.

O massacre é descrito até hoje como a pior atrocidade cometida na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Tolimir, que atuou como seu próprio advogado de defesa, argumetnou que o que ocorreu em Srebrenica foi uma "ação militar contra terroristas".

O ex-chefe de inteligência era um colaborador próximo do general Ratko Mladic, o comandante militar servo-bósnio que também está sendo julgado em Haia.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.