Premiê palestino pede boicote a produtos israelenses

Atualizado em  16 de dezembro, 2012 - 15:26 (Brasília) 17:26 GMT

O primeiro-ministro palestino, Salaam Fayyad, convocou neste domingo um boicote a produtos israelenses para protestar contra a decisão de Israel de congelar o repasse de fundos à Autoridade Nacional Palestina (ANP).

Israel está bloqueando a transferência de US$ 100 milhões (R$ 210 milhões) em impostos aos palestinos.

A decisão foi tomada no mês passado quando a região autônoma da Palestina ganhou status de Estado observador nas Nações Unidas após uma votação expressiva dos países-membros.

Israel alega que a mudança de status prejudica as negociações entre os dois povos.

A ANP diz que precisa do dinheiro para pagar os salários às dezenas de milhares de funcionários públicos e forças de segurança locais.

Já Israel afirma que está usando os recursos para abater dívidas que a própria ANP possui com o país.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Yigal Palmor, diz que os palestinos devem "concentrar seus esforços em construir a sua própria economia, e não boicotar outro país".

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.