Papa perdoa ex-mordomo que roubou documentos

Atualizado em  22 de dezembro, 2012 - 11:17 (Brasília) 13:17 GMT

O papa Bento 16 perdoou neste sábado seu ex-mordomo Paolo Gabriele que foi condenado a 18 meses de prisão por roubo de documentos oficiais.

Em uma nota oficial, o Vaticano afirmou que o papa visitou Paolo Gabriele na prisão do Vaticano e o informou pessoalmente sobre o perdão concedido.

Gabriele foi condenado em outubro por roubo de documentos oficiais, que foram repassados a um jornalista.

Ele havia dito que sua intenção era expôr corrupção e perversidades no Vaticano. Outro empregado do Vaticano, Claudio Sciarpelletti, também foi condenado e perdoado pelo papa.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.