Rússia concede cidadania a Gérard Depardieu

Atualizado em  3 de janeiro, 2013 - 10:01 (Brasília) 12:01 GMT
Gérard Depardieu. Getty

Depardieu já havia ameaçado se mudar para a Bélgica para fugir dos planos do governo

O governo da Rússia anunciou nesta quinta-feira que o país concedeu cidadania ao ator Gérard Depardieu. Um dos artistas símbolo da França, ele ameaçou renunciar à própria nacionalidade em protesto contra os planos do governo de seu país de aumentar os impostos para os mais ricos.

Segundo informações oficiais, o presidente russo, Vladimir Putin, assinou o decreto nesta quinta-feira. O mandatário classificou o ator como um "homem de negócios" e um "amigo".

Na semana passada, a Justiça francesa declarou ilegal a proposta do governo do presidente socialista François Hollande de impor um tributo de até 75% aos cidadãos mais ricos.

Na Rússia, por outro lado, a taxa de impostos é de apenas 13%.

Antes de receber a cidadania de Moscou, Dépardieu ameaçou mudar-se para um vilarejo belga, na fronteira com seu país, para pagar menos impostos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.