Obama volta a pedir urgência na elevação do teto da dívida

Atualizado em  14 de janeiro, 2013 - 16:26 (Brasília) 18:26 GMT

O presidente Barack Obama voltou a pedir que o republicanos no Congresso aprovem, com urgência, o "teto da dívida americana" – um limite estabelecido por lei de quanto o governo pode tomar emprestado.

Caso contrário, segundo Obama, cresce o risco de outra crise econômica e do retorno da recessão.

Durante uma entrevista coletiva para para marcar o fim de seu primeiro mandato, Obama disse que não lidar com o problema apenas determinando cortes, ao invés de uma abordagem integrada, incluindo o fim de brechas tributárias.

Ele disse querer resolver a questão para que possa fogar em outras áreas, incluindo a reforma da imigração e medidas mais duras contra o uso de armas.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.