Sobe para 30 número de mortos em confrontos no Egito

Atualizado em  26 de janeiro, 2013 - 19:09 (Brasília) 21:09 GMT

Autoridades hospitalares da cidade de Port Said, no Egito, indicam que o número de mortos nos confrontos no local subiu para ao menos 30, incluindo dois policiais e dois jogadores de futebol.

As manifestações ocorreram após a divulgação da sentença de morte a 21 torcedores acusados por uma briga que deixou 74 pessoas mortas na mesma cidade em fevereiro do ano passado.

Os enfrentamentos desta sexta-feira e sábado deixaram ainda 300 feridos.

A briga entre torcedores do al-Masry e do al-Ahlym foi considerada o episódio mais violento da história do futebol egípcio e uma das mais letais no mundo.

Além disso, na ocasião ela desatou uma onda de protestos na qual outras 16 pessoas morreram.

A condenação dos torcedores à morte foi anunciada um dia depois de uma série de manifestações marcar o segundo aniversário da queda de Hosni Mubarak.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.