Diretor escolhido para chefiar CIA defende ataques de drones

Atualizado em  7 de fevereiro, 2013 - 22:54 (Brasília) 00:54 GMT

O escolhido do presidente Barack Obama para se tornar o novo chefe da CIA (agência de inteligência dos Estados Unidos) defendeu os controversos ataques de aviões não tripulados (drones) em países estrangeiros durante sabatina no Senado.

John Brennan, atual chefe de contraterrorismo da Casa Branca, é conhecido por seu papel nos programas da CIA de interrogatórios e por defender o uso dos aviões não tripulados para matar extremistas.

A sabatina chegou a ser interrompida por ativistas contrários aos ataques aéreos. Brennan afirmou que há um cuidado para que esses ataques não resultem em "mortes colaterais".

Ele disse ainda que não tentou impedir o uso de técnicas como o quase afogamento em interrogatórios da CIA - avaliada como tortura por ativistas de direitos humanos. Disse porém ter se oposto à técnica em conversas privadas.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.