ONG acusa Índia de negligenciar estupros em crianças

Atualizado em  7 de fevereiro, 2013 - 09:15 (Brasília) 11:15 GMT
Abuso infantil na Índia. AFP

Cerca de 7.000 crianças são abusadas a cada ano na Índia, diz ONG

A ONG internacional Human Rights Watch divulgou um documento nesta quarta-feira acusando o governo indiano de negligenciar casos recorrentes de abuso sexual contra crianças.

Números reunidos pela ONG mostram que, em média, 7.000 crianças são estupradas todo ano no país.

Grande parte dos casos ocorre em escolas públicas, ou instituições que cuidam de crianças.

A questão do abuso sexual entrou no centro do debate político na Índia, após a morte de uma estudante de 23 anos, vítima de um estupro coletivo em um ônibus em Nova Déli.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.