Força Nacional chega a Santa Catarina para combater onda de violência

Atualizado em  15 de fevereiro, 2013 - 21:11 (Brasília) 23:11 GMT

Tropas da Força Nacional chegaram a Florianópolis na tarde desta sexta-feira para combater a onda de violência em Santa Catarina. O Estado já registrou 101 ataques contra veículos e prédios púbicos desde o dia 30 de janeiro.

O número total de policiais militares da Força Nacional que atuarão no Estado assim como as missões que realizarão são considerados "confidenciais pelo governo".

Autoridades catarinenses vinham evitando aceitar ajuda federal argumentando que a Força Nacional não se encaixava na estratégia de segurança traçada pelo Estado.

"Fizemos um novo plano para combater a onda de violência nesta semana. A Força Nacional será responsável por algumas ações", disse a coronel da Polícia Militar Claudete Lehmkuhl.

Analistas dizem que as tropas federais devem ajudar tanto no patrulhamento quanto no controle e transferência de detentos líderes da facção criminosa PGC (Primeiro Grupo Catarinense).

O Estado aceitou ainda transferir parte das lideranças criminosas para penitenciárias federais. A atual onde da violência no Estado foi desencadeada por abusos de direitos humanos praticados contra detentos do sistema penitenciário.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.