Brasil pode comprar mísseis russos para Olimpíadas de 2016

Atualizado em  21 de fevereiro, 2013 - 00:49 (Brasília) 03:49 GMT

O Brasil confirmou nesta quarta-feira ter iniciado negociações com a Rússia para a compra de um sistema de defesa anti-aérea para aumentar a segurança durante as Olimpíadas do Rio, em 2016.

Num comunicado oficial, o governo diz ter a intenção de comprar três baterias de mísseis Pantsir-S1, de médio alcance, e dois mísseis portáteis Igla.

O texto diz ainda que o país quer que a tecnologia de fabricação dos armamentos seja transferida para empresas locais.

O comunicado chega horas após uma reunião entre a presidente brasileira, Dilma Rousseff, e o premiê russo, Dmitri Medvedev, em Brasília.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.