ONU pede ações de governos para acabar com violência contra mulheres

Atualizado em  4 de março, 2013 - 20:09 (Brasília) 23:09 GMT

A diretora da agência ONU Mulheres, Michelle Blachelet, pediu que os líderes mundiais cumpram seus compromissos e apresentem planos concretos para acabar com a violência contra a mulher no mundo.

Blachelet discursou na sede da ONU no primeiro dia do encontro mundial da Comissão sobre o Status da Mulher.

"Durante as últimas décadas fizemos progressos na articulação de normas e padrões internacionais, leis e políticas", afirmou.

"Mas a violência contra mulheres e meninas continua muito difundida e a impunidade continua sendo a norma e não a exceção", disse.

O tema do encontro deste ano é a violência. Segundo estimativas da ONU, sete em cada dez mulheres do mundo são afetadas pela violência.

Participantes da reunião têm sido tomados por um clima emotivo devido a eventos recentes como o atentado do Taleban contra a menina Malala Yousafzai e estupros coletivos ocorridos na Índia e na África do Sul.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.