Quênia reforça segurança para eleição presidencial

Atualizado em  4 de março, 2013 - 08:42 (Brasília) 11:42 GMT

Eleitores do Quênia estão indo às urnas hoje para escolher o novo presidente do país.

A segurança foi reforçada em toda a nação africana, para impedir a repetição da explosão de violência ocorrida em 2007.

Na votação presidencial daquele ano, mais de mil pessoas foram mortas.

Pesquisas mostram uma disputa acirrada entre o atual primeiro-ministro, Raila Odinga, e seu rival, Uhuru Kenyatta.

Kenyatta foi acusado pelo Tribunal Penal Internacional de ter orquestrado os atos de violência de seis anos atrás.

A votação vem ocorrendo de forma pacífica, mas houve ataques de gangues em diferentes pontos do pais que mataram eleitores e policiais.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.