Moradores das Malvinas decidem destino das ilhas

Atualizado em  10 de março, 2013 - 07:28 (Brasília) 10:28 GMT
Foto: AFP

Moradora das ilhas exibe suas preferências para o referendo

A população das Ilhas Malvinas (para os argentinos) ou das Ilhas Falkland (para os britânicos) vai às urnas neste domingo e na segunda-feira em um referendo sobre a possibilidade de continuar a ser um território britânico ultramarino.

Argentina tem constantemente reiterado o desejo de retomar as ilhas, 30 anos depois que suas tropas terem sido derrotadas por uma força-tarefa britânica em um conflito de 74 dias.

Os habitantes da ilha decidiram manter o referendo em resposta à pressão argentina por negociações sobre a soberania.

Espera-se que a pequena comunidade vote em peso por continuar sendo um domínio britânico.

Mas a vitória do "sim" ao atual status das ilhas não deve resolver a disputa.

A presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, disse que a vontade dos habitantes não é relevante para a questão territorial.

A maioria argentinos considera as ilhas, que eles chamam de Las Malvinas, como parte da Argentina.

Dos cerca de 2.900 moradores das Falkland/Malvinas, 1.672 podem votar.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.