Restos de Pablo Neruda são exumados no Chile

Autoridades acompanham a exumação dos restos de Neruda em Isla Negra, Chile. | Foto: Reuters
Image caption Amigo de poeta diz que ele teria sido morto a mando de Pinochet

Cientistas forenses no Chile exumaram nessa segunda-feira os restos do poeta chileno vencedor do Prêmio Nobel Pablo Neruda, para tentarem determinar como ele morreu.

Neruda faleceu pouco depois do golpe militar no país em 1973, que levou o general Augusto Pinochet ao poder.

Na época, foi dito que o poeta morreu em decorrência de um câncer de próstata, mas um amigo próximo de Neruda afirma que ele recebeu uma injeção letal sob ordens de Pinochet.

Os restos do escritor foram levados à capital, Santiago, para exames e possíveis análises no exterior.

Pablo Neruda era amigo próximo do presidente chileno Salvador Allende, que foi morto em conflito com os militares durante o golpe.