Suspeitos de ataque em Boston agiram sozinhos, diz polícia

Os dois irmãos muçulmanos acusados de levar a cabo os atentados em Boston agiram sozinhos e foram motivados pela religião, informaram autoridades americanas nesta segunda-feira.

Segundo os investigadores, não há indícios de que Dzokhar e Tamerlan Tsarnaev - que foram, respectivamente, indiciado e morto após os ataques durante a maratona de Boston - tenham tido cúmplices.

Dzokhar, que segue hospitalizado, foi indiciado por uso de armas de destruição em massa e, se condenado, pode ser sentenciado à pena de morte.