Equipe de resgate perde esperança de encontrar sobreviventes em Bangladesh

Sem esperanças de encontrar sobreviventes de um desabamento em Bangladesh, equipes de resgate estão usando maquinário pesado para conseguir "limpar" o local do acidente, removendo blocos de concreto maiores.

Segundo Ali Ahmed Khan, chefe da brigada de bombeiros que está à frente das atividades de resgate, a esta altura há muito pouca esperança de encontrar alguém vivo. "Nossos homens entraram no local e viram alguns corpos no chão, mas ninguém estava vivo", disse.

Nesta segunda-feira, um tribunal de Bangladesh deu à polícia 15 dias para interrogar o proprietário do prédio que desabou na quarta-feira passada, matando pelo menos 382 pessoas.

Mohammed Sohel Rana foi preso domingo, quando tentava fugir para a Índia e está sendo acusado de negligência, construção ilegal e de forçar trabalhadores a trabalhar em um local perigoso.