Jornalista italiano desaparece na Síria

Um jornalista italiano está há 20 dias desaparecido na Síria, informou nesta segunda-feira o jornal La Stampa.

Domenico Quirico, de 62 anos, experiente em coberturas de guerra, entrou na Síria através do Líbano em 6 de abril, avisando que ficaria incomunicável durante uma semana.

O La Stampa diz que manteve contatos esporádicos com o jornalista até 9 de abril. Desde então, não recebeu mais notícias dele.

O editor-chefe do jornal, Mario Calabresi, afirma que decidiu tornar público seu desaparecimento depois de uma busca infrutífera por pistas de seu paradeiro.

A Chancelaria italiana ativou uma unidade de crise para tentar encontrar Quirico, que já cobriu conflitos em Uganda, Sudão e Líbia.

A guerra civil na Síria fez do país um dos mais perigosos do mundo para a imprensa. Segundo o Comitê de Proteção a Jornalistas, a Síria foi o país mais letal para repórteres em 2012.