Após Boston, EUA aumentam fiscalização de vistos de estudantes

Os EUA estão reforçando a checagem de estudantes internacionais, em reação aos atentados da Maratona de Boston, ocorridos em abril.

A medida ocorre depois que um estudante do Cazaquistão, que não tinha visto válido, foi acusado pela polícia de ocultar evidências relacionadas a Dzhokhar Tsarnaev, um dos suspeitos dos ataques em Boston.

O Departamento de Segurança Interna dos EUA determinou que agentes verifiquem o status migratório de todos os estudantes internacionais.

O mesmo departamento fora criticado por não ter checado corretamente o visto do estudante cazaque quando este entrou nos EUA, em janeiro.