Conheça os macacos 'parteiros' observados na China

Macacos-dourados chineses Direito de imagem Bin Yang
Image caption Macacos-dourados só existem na China

Macacos raramente dão à luz durante o dia. A escuridão lhes dá maior proteção contra predadores. Como consequência, partos de primatas são escassamente observados.

Acreditava-se previamente que eles davam à luz sozinhos. Mas agora, depois de diversas décadas de observação, pesquisadores conseguiram ver um macaco-dourado parir durante o dia.

E isso não foi tudo: a fêmea teve a companhia de uma "parteira" para ajudar no nascimento.

Comportamento atípico

Quando a fêmea grávida mostrou os primeiros sinais de agitação, sua ajudante rapidamente chegou perto para fazer cafunés. Assim que a cabeça do macaquinho ficou visível, a "parteira" por duas vezes tentou puxar o filhote para fora. Quando a cabeça do filhote ficou totalamente exposta, mãe e a ajudante terminaram o serviço.

A "parteira" até teve a honra de lamber o filhote após a mãe.

Direito de imagem Bin Yang
Image caption Cientistas fotografaram raro parto diurno e assistido

A ajudante e outra fêmea puderam segurar o bebê, mas apenas uma hora depois do parto. Isso apesar dele ter durado apenas quatro minutos e 10 segundos. Os cientistas não esperavam tê-lo presenciado, mas conseguiram fotos que fizeram parte de um artigo na revista científica Primates.

O nascimento ocorreu nas Montanhas Qinling, na China, o único local em que esses macacos ameaçados de extinção vivem.

Assistência durante o parto durante muito tempo foi visto como um comportamento exclusivo de humanos, como diz Bau-Guo Li, da Northwest Universitye, em Xi'an. "Assistência direta durante o parto não é comum em primatas selvagens".

No entanto, conhecemos instâncias similares em outras espécies. Em 2014, por exemplo, um macaco langur, outra espécie endêmica chinesa, foi observado agindo como parteiro. Isso pode, então, ser mais comum do que se acreditava anteriormente.

O problema é que, se já é raro presenciar o nascimento de um macaco, será ainda mais raro poder observar a ajuda no parto.

Também não sabemos por que alguns macacos recebem ajuda durante o parto, enquanto outros o fazem sozinhos.

Direito de imagem Bin Yang
Image caption Mãe e filhote, vistos poucas horas depois do parto

Outra espécie com comportamento semelhante para dar à luz parece ser a dos bonobos. Em 2014, uma equipe conseguiu observar um parto da espécie e notou que a mãe dava à luz acompanhada de duas outras fêmeas.

Para Li, a ajuda de uma parteira pode oferecer vantagens para os macacos em termos de esforço físico e suporte emocional e social. No caso da macaquinha-dourada, a mãe evidentemente se beneficiou dos carinhos e da atenção.

Sarah Turner, da McGill University, no Canadá, acredita que há muito mais diversidade em comportamentos animais ligados ao parto do que anteriormente se imaginava. Incluindo mais contato físico.

"Alguns desses contatos realmente parecem facilitar o processo de nascimento. Muitos primatas não-humanos são animais sociais e uma fêmea pode escolher parir perto de outras para reduzir o estresse e as dores".

Para Li, o fato de nossos vizinhos evolucionários usarem parteiras pode nos ajudar a entender a origem da assistência ao parto na sociedade humana.

Leia a versão original dessa reportagem (em inglês) no site BBC Earth