Iraquiano que perdeu as pernas detectando minas conta sua rotina

Atualizado em  27 de setembro, 2011 - 11:16 (Brasília) 14:16 GMT

Player

Hushyar Ali dedicou 25 anos de sua vida a achar explosivos.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Hushyar Ali dedicou os últimos 25 anos de sua vida ao trabalho de detectar minas explosivas, na fronteira do Iraque com o Quirguistão. Mas ele pagou um preço alto: Ali perdeu as duas pernas em explosões.

Hushyar Ali

Hushyar Ali dedicou 25 anos ao trabalho de detectar minas no Iraque

Ele trabalha em Halapja, a região curda onde, em 1988, o regime de Saddam Hussein usou armas químicas para matar cinco mil pessoas. O local ainda tem grande concentração de minas.

Ali conta que perdeu uma perna em 1989 para uma mina fabricada nos Estados Unidos. No ano seguinte, ele perdeu a outra para um explosivo de fabricação italiana. Ele diz que, por conta dos acidentes, uma parte da região foi batizada com o seu nome.

O iraquiano diz que sua prótese, fabricada no Japão, pode ser usada até como uma mesa para segurar o seu chá. Foi uma ONG do Japão que o resgatou e o levou para o país, onde passou por uma cirurgia para receber as próteses.

Hushyar Ali diz que seu trabalho salvou muitas vidas e devolveu a terra àqueles que precisam dela.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.