A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Terrorismo afasta público de show de Bono na África

A segurança reforçada na edição deste ano do festival no deserto, em Mali, não foi capaz de trazer de volta a massa de turistas que costumavam viajar ao país africano.

Apenas 300 estrangeiros compareceram neste ano, ao lado de cerca de mil moradores da região.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption O cantor do U2, Bono, participou da edição de 2012 do festival no deserto, em Mali

Sequestros de turistas desde 2009 levaram à queda no interesse de estrangeiros.

O público deste ano ficou em cerca de metade do do ano passado e muito abaixo que os milhares dos anos de auge.

Mas o evento popularizado na Europa pelo cantor Robert Plant, ex-Led Zeppelin, ainda atrai nomes importantes do mundo da música, como o cantor Bono, do U2.

Para evitar novos ataques de grupos criminosos ou terroristas, o governo de Mali montou diversos postos de controle nas estradas entre a capital, Timbuktu, e o local do festival.

Acredita-se que pelo menos quatro turistas franceses sequestrados em 2010 continuem reféns de um grupo islamista da região.