A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Brasileiros prosperam com garimpo na Colômbia

Natural de Santarém, no Pará, Maria Jacinta Cavalcante integra uma família de garimpeiros que se mudou nos últimos anos para a Colômbia para explorar ouro.

Com a experiência adquirida no Brasil, a família logo se destacou na atividade e montou uma empresa para administrar as minas que exploram.

"Os mineiros são como nômades: um dia estão aqui, outro dia (acolá)...", diz Cavalcante, responsável pelo setor de recursos humanos da empresa de um dos irmãos.

Formada em enfermagem, ela chegou em Caucásia, no Departamento (Província) de Antioquia, há cinco anos.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Para Maria Cavalcante, os tempos já foram melhores para garimpar o ouro

"Quando os brasileiros chegaram, isso que se vê hoje, de mineração com dragas, eles aqui não conheciam", conta ela. "Depois da nossa chegada, começaram a montar draga grandes, incrementadas".

Segundo estimativa do Consulado do Brasil em Bogotá, há entre 100 e 200 brasileiros nas zonas mineiras colombianas de Antioquia e La Guainia.

Embora afirme que os negócios vão bem, Cavalcante diz que "já foram muito melhores".

Segundo ela, o governo colombiano está endurecendo a relação com pequenos e médios mineradores para abrir o caminho a multinacionais.

"Quando as multinacionais chegarem, não haverá trabalho para mais ninguém, só para eles."

Veja a reportagem: América do Sul vive nova corrida ao ouro

Veja o vídeo: Ouro valorizado dá vida nova a antigos garimpos sul-americanos