A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Monarquia britânica abre exposição inédita de diamantes reais

O palácio de Buckingham, em Londres, está sediando uma exposição dos diamantes da monarquia britânica, em mais uma celebração dos 60 anos de reinado de Elizabeth 2ª.

A coleção não tem preço: reúne alguns dos maiores diamantes do mundo, que estão sendo expostos juntos pela primeira vez.

Image caption Mostra inclui peças herdadas e peças presenteadas à monarquia

Há peças herdadas e peças presenteadas. Uma espada feita de 3 mil diamantes, por exemplo, foi doada por um marajá indiano ao rei Eduardo 7º, em 1901, como explica a curadora da exposição em Buckingham, Caroline de Guitaut,.

É da Índia que vieram muitos dos diamantes acumulados pelo império britânico, até que as minas indianas se exaurissem no século 17. Depois disso, a fonte passou a ser o Brasil e a África do Sul.

A exposição mostra também uma pequena coroa, encomendada pela rainha Vitória, em 1870. Dado seu tamanho e o fato de os diamantes não terem cor, a coroa era considerada adequada para uma rainha em luto pela morte de seu marido, o príncipe Albert, alguns anos antes.

Guitaut explica que, ao longo dos séculos, os diamantes ajudaram os monarcas a projetar sua imagem de soberania - já que são um dos símbolos mais evidentes de poder e prosperidade.