Em imagens: Conheça Pripyat, a cidade fantasma

Abandono e desolação

No dia 26 de abril de 1986, 49 mil pessoas que residiam em Pripyat, nos arredores da usina de Chernobyl, na Ucrânia, tiveram de deixar às pressas a cidade.

O prazo estipulado pelo governo foi de 36 horas. Do contrário, os moradores poderiam sofrer as consequências catastróficas da exposição à radiação, após uma explosão ter atingido um dos reatores da usina.

Muitos dos funcionários da usina de Chernobyl viviam em Pripyat, planejada e construída para este fim. O fotógrafo britânico Ric Wright decidiu registrar em imagens o universo de abandono e desolação que até hoje ronda Pripyat.

Por questões de saúde e segurança, Wright teve de limitar o tempo de suas visitas. Porém, ao todo, ele contabiliza que já passou nove dias na cidade.

Notícias relacionadas