A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Novos ataques matam centenas e mantêm Nigéria em alerta

O grupo islâmico Boko Haram é acusado de ter disparado indiscriminadamente contra moradores de duas aldeias do nordeste da Nigéria na noite de terça-feira, matando ao menos 27 pessoas - poucas horas após duas explosões terem deixado mais de uma centena de mortos em um mercado da cidade de Jos.

Image caption Norte da Nigéria vive cenário de caos e incerteza

A gravidade e a frequência dos ataques deixam o país e a comunidade internacional em alerta, mas por enquanto as autoridades do país têm feito pouco para conter a onda de violência.

O Boko Haram ainda tem em seu poder cerca de 200 meninas, sequestradas no mês passado também no norte do país.

O pano de fundo não são apenas disputas religiosas e o plano do Boko Haram de implementar a lei islâmica na Nigéria - mas também uma intensa disputa por terras e poder.