A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Centro combate estigmatização para prevenir genocídios como o de Auschwitz

Na Polônia, o Centro Judaico de Auschwitz e um inspetor policial tentam "explicar o mal": compreender os mecanismos universais de exclusão e estereótipos, para tentar prevenir novos genocídios como o ocorrido no campo de concentração nazista.

"Cada genocídio na história da humanidade começou com a polarização, estigmatização. Tudo começa com estereótipos, as palavras que usamos, a linguagem depreciativa, a forma como olhamos para as pessoas que são diferentes de nós", diz Maciek, educador do centro judaico.

Clique aqui para retornar ao infográfico