A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Vídeo de cascata irlandesa vira fenômeno global entre insones

A tranquilidade de uma cachoeira e o som reconfortante de pássaros cantando – talvez esse seria o mundo ideal para uma boa noite de sono. E é exatamente esse cenário, registrado em vídeo pelo artista visual irlandês Johnnie Lawson, que está resolvendo a vida de milhares de pessoas que sofrem com insônia pelo mundo.

Lawson filmou o rio Bonet, no condado de Leitrim, na Irlanda, onde há uma pequena cascata com o barulho leve das águas caindo e batendo nas pedras. Ao fundo, os pássaros cantam para completar a calmaria do ambiente, tão rara nas cidades grandes. O vídeo publicado por Lawson no Youtube já foi assistido mais de sete milhões de vezes e, para a surpresa do artista, atingiu um público que ele não esperava: o de insones.

O vídeo tem oito horas e agora é parte de uma pesquisa científica utilizada em vários hospitais de Londres para curar o problema de quem não consegue dormir.

"As pessoas que tinham dificuldades para dormir começaram a me escrever do mundo inteiro – da Corera do Norte, da República Centro-Africana, de Pequim e do próprio Reino Unido", contou o autor do vídeo.

"Eles me deixavam mensagens dizendo que o vídeo estava ajudando a aliviar a insônia que eles tinham. Teve até gente de dentro do Vaticano assistindo ao meu vídeo."

Leia mais: Terras indígenas no arredor de Belo Monte sofrem com roubo milionário de madeira

Serenidade e paz

Johnnie Lawson começou a fazer vídeos para trazer um pouco da natureza para a vida das pessoas. Ele publicou o vídeo da cachoeira no Youtube há cinco anos e, para sua surpresa, ele rapidamente atraiu milhares de pessoas – especialmente aquelas que sofrem de insônia.

"Eu me considero um homem de sorte por viver nas montanhas pouco exploradas e cheias de paz do Condado de Leitrim."

A psicóloga da saúde Dorothy Wade trabalha na UTI do hopital da University College em Londres e conta que inclui o vídeo da cachoeira como parte da terapia que faz com os pacientes para mantê-los tranquilos.

"O objetivo dessa tentativa é prevenir pacientes da UTI de ficarem traumatizadas e cortar as taxas de transtorno por estresse pós-traumático encontrado em sobreviventes de UTI", disse.

"Como parte da terapia, as enfermeiras dão tablets aos pacientes com materiais de relaxamento, e isso inclui o vídeo de Johnnie Lawson com as cenas tranquilas da natureza."

A tentativa envolve pesquisadores do hospital, da própria University College de Londres, e até do Centro de Pesquisas de Londres.

Leia mais: Mistério de 'lago perdido' que desaparece anualmente intriga cientistas

'Fãs inesperados'

Comentários deixados nos vídeos que Lawson publicou no Youtube contam histórias inusitadas sobre como o seu trabalho ajudou as pessoas.

"Estou no meio de Manhattan. Eu nem sabia que a serenidade existia", disse um morador de Nova York.

"Obrigado por me ajudar a continuar focado em meio a 19 horas de pesquisa", comentou um estudante de Boston.

Conforme a popularidade dos vídeos de Johnnie aumentava, aumentava também o tamanho deles.

"Pessoas que sofrem de insônia conseguiriam cair no sono ouvindo alguns dos meus vídeos, mas eles iriam acordar assim que o vídeo acabasse e o silêncio voltasse", explicou Lawson.

"Por causa disso, eu comecei a fazer vídeos com oito horas de duração, como esse da cascata no rio Bonet."

"Se as pessoas acordassem no meio da noite, elas ainda estariam ouvindo o som da natureza, e logo voltariam a dormir."

Lawson fez 174 vídeos próximo a rios e lagos nos Condados de Leitrim, Fermanagh e Sligo.

Leia mais: Himalaias 'encolhem' após terremoto no Nepal