BBC
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Imagens mostram confusão de policiais após fuga de megatraficante mexicano

Imagens recém-divulgadas com áudio revelam a confusão entre os guardas da prisão de segurança no México de onde escapou o famoso megatraficante Joaquín Guzmán.

O homem conhecido como "El Chapo" (o tampinha, por causa de sua baixa estatura) fugiu em julho deste ano da prisão de Altiplano, a 90 km da Cidade do México, por um túnel subterrâneo de 1,5 km de extensão.

O túnel foi construído logo abaixo do ralo do chuveiro na cela de Guzmán.

As imagens, transmitidas na quarta-feira pela emissora mexicana Televisa, mostram Guzmán aumentando o volume da televisão em sua cela para disfarçar o barulho do buraco sendo aberto por seus comparsas.

Sua fuga causou grande constrangimento ao governo mexicano. As primeiras imagens oficiais divulgadas pelas autoridades eram mais curtas e não continham o áudio do barulho do buraco sendo aberto na cela.

Não foi a primeira vez que ele fugiu das autoridades. Em 2001, ele escapou da prisão de Puente Grande supostamente escondido em meio às roupas que seriam enviadas para a lavanderia, depois de subornar guardas.

Guzmán é o líder do cartel de Sinaloa, que perdeu espaço para outros cartéis mas ainda continua sendo uma das organizações de tráfico de drogas mais poderosas do mundo.