BBC
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Novas imagens mostram destroços de avião russo no Egito minutos após queda

Novas imagens amadoras mostram momentos após a queda de um avião russo no Egito que matou todos os 224 ocupantes.

Um grupo afiliado ao 'Estado Islâmico' reivindicou ter derrubado a aeronave mas não apresentou provas. O governo egípcio repudiou a reivindicação.

Autoridades americanas e britânicas disseram que informações de inteligência sugerem que uma bomba pode ter sido a causa da queda, na península do Sinai.

O Airbus 321 da companhia Metrojet viajava de Sharm el-Sheikh a São Petersburgo e caiu 23 minutos após decolar no sábado.

O governo britânico suspendeu voos de e para o balneário egípcia e um comitê de emergência deverá se reunir nesta quinta-feira para discutir a questão. Acredita-se que há 20 mil turistas britânicos na cidade.

Segundo o ministro de Relações Exteriores britânico, Philip Hammond, a segurança deverá ser reforçada e voos poderão ser retomados na sexta-feira.

Leia também: Autoridades americanas e britânicas dizem que bomba pode ter derrubado avião russo

Leia também: Quatro hipóteses para queda de avião russo