(Reuters)
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Conheça o grupo pop feminino criado por Kim Jong-un para 'conquistar' a China

Em um esforço para estreitar laços com seu maior aliado, a Coreia do Norte enviou à China uma das principais peças de propaganda do regime: a banda Moranbong, formada só por mulheres.

As jovens cantoras, que foram escolhidas pessoalmente pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un, vão fazer "apresentações amigáveis" junto com a orquestra militar chinesa, segundo informou a agência de notícias estatal KCNA.

Vestidas com uniforme militar, elas partiram da estação da capital Pyongyang cercadas por funcionários do alto escalão do governo comunista e pelo embaixador chinês.

Trata-se da primeira viagem internacional do grupo.

A apresentação da Morabong na China é observada por especialistas como a última etapa da reconciliação entre os dois países, cuja aliança duradoura foi posta em xeque após o terceiro teste nuclear realizado pela Coreia do Norte em 2013.

A banda vai se apresentar no Grande Teatro Nacional de Pequim de 12 a 14 de dezembro, segundo a agência estatal chinesa Xinhua.

Formada em 2012, a Moranbong é conhecida por suas apresentações vibrantes e de estilo ocidental. O repertório inclui músicas de propaganda do regime comunista, como Nós Pensamos no Marechal (Kim) Dia e Noite e Meu País é o Melhor!, mas também americanas, como Gonna Fly Now, tema do filme Rocky: um Lutador.

Leia também: 'Meu namorado me estuprou por um ano enquanto eu dormia'