A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Banda de prisão africana disputa Grammy com Gilberto Gil

Uma banda de uma prisão no Maláui, país no sudeste da África, foi nomeada para um Grammy na categoria de Melhor Álbum de World Music deste ano - e disputou o troféu com Gilberto Gil e artistas da África do Sul, Índia e Benin.

A premiação de música aconteceu nesta segunda-feira, em Los Angeles. O grupo do Maláui e o brasileiro acabaram perdendo a disputa - a vencedora foi a cantora Angelique Kidj, do Benin.

No Zomba Prison Project, batizado com o nome do presídio que fica na cidade homônima, carcereiros e presos tocam lado a lado músicas com a identidade do país.

O vocalista da banda, por exemplo, foi condenado por assassinato e cumpre prisão perpétua, enquanto o guitarrista pegou 12 anos por pequenos delitos.

“Quando eu sair da prisão, quero continuar minha carreira musical”, declarou o guitarrista. “Estamos muito honrados com a indicação ao Grammy.”

O produtor disputou a premiação com o álbum I Have No Everything Here. Gilberto Gil concorreu com Gilbertos Samba Ao Vivo.